sábado, 10 de março de 2012

Documentário obrigatório: Crianças consumidoras - A comercialização da infância.



O embrião do consumidor começa a se desenvolver no primeiro ano de existência. Crianças começam sua jornada de consumo na infância. E certamente merecem consideração como consumidores nesse período.  James U.McNeal - Pioneiro de Marketing Infantil (Kids as Customers - A Handbook of marketing to Children)


Esta citação acima inquietante que mostra descaradamente  a busca por um consumidor logo no inicio de sua vida, abre o documentário postado aqui no blog, que foi aclamado pela crítica e público em festivais de cinema "Crianças consumidoras: A Comercialização da Infância" (Consuming Kids: The Commercialization of Childhood). 

Produzido pela  Media Education Foundation (MEF) que fica localizada em Northampton/EUA,  escrito, dirigido, produzido e editado  pela dupla Adriana BarbaroJeremy Earp , mostra com detalhes as práticas cada vez mais descaradas do marketing da indústria multibilionária voltadas para as crianças nos EUA e no mundo. 

Com base nas percepções dos profissionais de saúde, defensores das crianças, e integrantes da indústria, o filme centra-se no crescimento explosivo do marketing infantil, na esteira da desregulamentação, mostrando como os comerciantes jovens têm usado os últimos avanços da psicologia, antropologia e neurociência para transformar crianças norte-americanas (e de outras parte do mundo, claro) em consumidores poderosos e rentáveis.



Eu estava sentando e assistindo esse ótimo documentário, sentindo o calor da raiva subindo em meu rosto e como eu aprendi como os comerciantes (marqueteiros sem alma) estão planejando 24 horas por dia como influenciar a minha filha (nossos filhos) a consumir os seus produtos. 

O filme revela que a publicidade voltada para os nossos filhos não é encontrado apenas na TV, também é encontrado no ônibus escolar, na sala de aula, nos telefones celulares, internet, filmes, e até mesmo em igrejas. É insidiosa!  

Consuming Kids , Sony TV

Oferecendo uma linha do tempo traçando a evolução e o impacto deste fenômeno sem precedentes, Consuming Kids: The Commercialization of Childhood, ilustra como a infância de crianças americanas (leia-se mundial) tornou-se comercializada, levantando questões urgentes sobre a ética do marketing infantil e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar das crianças.

Clique e assista ao documentário completo com legendas em português. O filme tem apenas
66 minutos ou um pouco mais de uma hora. Vale muito ver esse documentário denuncia. 




fonte e agradecimentos: Docverdade

Um comentário:

Paulo Avelino disse...

É interessante e quase assustador. O pano de fundo é simples: no capitalismo, as coisas são feitas não para aliviarem as necessidades humanas, mas para virarem mercadorias, ou seja, para serem vendidas. Se isso aliena, emburrece ou engorda crianças ou adultos, azar. Simples assim.
Abraços,
blog Paulo Avelino
http://blog.paulo.avelino.nom.br

Postar um comentário